Sua cuba de cozinha, também conhecida como pia, precisa ser selecionada com cuidado para garantir ergonomia, beleza e funcionalidade no seu cotidiano. Confira as melhores dicas que separamos para você escolher a sua no botão abaixo.

Ler Mais
Carregando...

CUBAS PARA COZINHA
A cozinha tem nosso coração. É nela que passamos de momentos simples do dia a reuniões de confraternização com amigos e família. Dessa maneira, o ambiente deve ser projetado com carinho para que o espaço se torne bonito, confortável e funcional para tornar cada momento mais especial.
 
Por esse motivo, os produtos devem ser cuidadosamente escolhidos para prolongar a vida útil do ambiente, ou seja, para que a troca de produtos não seja muito frequente. Um dos produtos que devem ter especial atenção é a cuba da cozinha, que deve possuir uma estética agradável, bem como ser resistente e durável.
Antes de mais nada, precisamos esclarecer que cuba e pia são coisas diferentes. A pia é uma peça inteira, enquanto as cubas são instaladas sobre uma bancada, ou seja, a estrutura final é separada. A cuba para cozinha é uma peça mais moderna e prática que a pia, porque os modelos de cuba são mais fáceis de se adaptar aos layout e tamanhos de ambiente.
As cubas para cozinha, além de funcionais, se tornaram peças decorativas que harmonizam com os outros acessórios e decoração. Os diversos tipos, cores, texturas e modelos disponíveis, tornaram as escolhas mais difíceis, mas ao mesmo tempo, possibilitaram composições únicas e abrangeram diversos gostos.
Com certeza, existe um modelo que encaixa com o seu projeto!
Para te ajudar na escolha da cuba para cozinha ideal, selecionamos os principais pontos para se atentar na hora de comprar a sua.


CUBA PARA COZINHA: O QUE É?
Para sintetizar: cuba de cozinha é o elemento que se encaixa à bancada formando uma única estrutura onde se pode higienizar as mãos, alimentos e louças.
Elas podem ser de diferentes tipos, materiais, cores e texturas, e aqui esperamos tirar todas as suas dúvidas e facilitar o processo de escolha.


CUBA PARA COZINHA: QUAIS OS MODELOS MAIS USADOS?
Cuba Simples
É a cuba mais popular e tradicional. Ela possui um único compartimento, ideal para cozinhas pequenas que têm que dividir espaço com balcão e pia. Elas podem ser rasas ou fundas, a segunda opção é ideal para quem quer esconder as louças ou acumular para lavar todas de uma vez e evitar os respingos.
É ideal para otimizar espaços, sendo indicada para cozinhas pequenas, para pessoas que moram sozinhas ou para casais.


Cuba Gourmet
A cuba gourmet possui apenas uma profundidade também, no entanto, possui maior capacidade interna. Ela acaba sendo mais imponente e moderna. Seu espaço possibilita a utilização de uma diversidade de acessórios.


Cuba Dupla
A cuba dupla possui duas profundidades, trazendo mais segurança na hora de lavar louças. É uma boa escolha para famílias maiores.
As cubas duplas permitem realizar duas atividades ao mesmo tempo, como lavar e higienizar os alimentos, caso haja duas torneiras. Há várias versões de cubas duplas no mercado e escolhendo o tamanho certo é possível encaixá-las em uma cozinha pequena.


Cuba Tripla
Indicada para famílias grandes, a cuba tripla possui três profundidades e é ideal para quem possui um maior espaço na bancada. Ela oferece uma maior praticidade e agilizar para lavar alimentos e louças e geralmente possuem uma cuba central de tamanho menor que acompanham um acessório que serve como escorredor.

CUBA PARA COZINHA: QUAIS OS TIPOS DE INSTALAÇÃO?
Os principais modelos de cubas de cozinha utilizados são:


Embutida
A cuba embutida é aquela colada por baixo da bancada e o acabamento se dá pelo recorte da marmoraria. Por ser fixada abaixo do tampo da bancada, a cuba embutida se torna uma opção prática e higiênica, pois não possui interrupções ou relevos, o que facilita na hora de retirar água da bancada.
Esse é o tipo mais econômico, no entanto possui uma manutenção mais delicada.


Sobrepor
Diferente do modelo tradicional de embutir, as cubas de sobrepor são encaixadas sobre a bancada, ficando com a borda sobressalente.
Uma desvantagem da aplicação de cubas de sobrepor na cozinha é justamente o fato dela ser sobressalente à bancada, o que faz com que a água não escoa com facilidade. 


Esculpida
Pode ser feita de mármore, granito, nanoglass, silestone, porcelanato, Corian, etc.
A vantagem é a mesma que a cuba de embutir em louça: a facilidade para a retirada de água das bordas da bancada, não havendo nenhuma barreira física.
Na hora de escolher a torneira, você tem maior liberdade, como a cuba esculpida pode ser feita da maneira que você quiser, isso permite que você tenha várias possibilidades
Dica: É uma opção bonita, diferente e elegante, elapode se adaptar bem a vários formatos de bancada, mas é importante que o profissional especifique o detalhamento da cuba para definir como será o seu projeto de detalhamento.
Esse tipo de cuba costuma ser mais caro que os outros. 


Farm Sink, Farmhouse Sink ou Cuba Avental
A tradução de Farm Sink seria “pia de fazenda”. São apoiadas apenas pela sua parte traseira, enquanto a parte frontal se sobressai à bancada. Dão um ar mais sofisticado ao ambiente e são indicadas para quem tem pouca profundidade na bancada, pois oferecem maior espaço horizontal.
Dica: Ela é ótima para cozinhas com pouco espaço para o móvel da pia, pois vai encaixar uma parte no móvel e vai ficar uma parte para fora, possibilitando maior aproveitamento do espaço.


CUBA PARA COZINHA: MATERIAIS, CORES E TEXTURAS
A variedade de cores aumentou muito nos últimos anos. É possível encontrar a cor que você imaginar, além da possibilidade de fabricação personalizada. Mas entre as cores mais comuns, estão:


branco;
bege;
preto;
marrom;
cinza;
dourado.


Quando o assunto é material, os mais vistos e utilizados, são:


Aço inox: possui baixa porosidade e é resistente a corrosão, variações de temperaturas e impactos moderados. É muito utilizado em cozinha de hospitais e restaurantes por ser mais higiênico, e a cada dia está conquistando as cozinhas residenciais, principalmente quando o assunto é cozinha gourmet.

Granito: é uma pedra natural dura e resistente. Não sendo tão poroso, não absorve muita água e é mais rígido e duradouro. O seu valor comercial é bem acessível e é possível encontrá-lo em diversas cores.

Mármore: aparentemente os mármores são mais elegantes, finos e nobres se comparados com os granitos. O seu valor comercial é mais caro principalmente se for uma pedra importada. Porém, a rigidez do mármore é menor que a do granito. Portanto, é um material mais poroso que absorve mais água e está mais sujeito às manchas.

Cimento queimado: é uma opção diferente que também pode ser utilizada, ficando interessante em cubas do tipo farm sink.
Não podíamos falar de cores e materiais, sem falar das texturas. Aqui destacamos as texturas disponíveis em aço inox, que é o material mais utilizado. É possível encontrar entre os modelos disponíveis, as texturas:

inox polido: brilho natural;

inox alto brilho: brilho espelhado;

inox acetinado: com pigmentos de brilho perolado;

inox escovado: textura com linhas direcionadas no mesmo sentido.
Aqui é importante levar em consideração que se a cuba da cozinha é bastante utilizada e, com o tempo, o desgaste natural e os arranhões ficarão mais perceptíveis. Por isso, recomenda-se a utilização de aços mais foscos, como os acetinados e escovados.


CUBA PARA COZINHA: PRINCIPAIS FORMATOS
No geral, as cubas das cozinhas podem seguir diferentes formatos, como:

retangular;
quadrada;
oval;
redonda; e
nas esculpidas, o formato pode variar seguindo projeto.
No entanto, é importante destacar que os formatos mais utilizados na cozinha são os retangulares e quadrados, uma vez que eles proporcionam maior aproveitamento de espaço para comportar as louças.


CUBA PARA COZINHA: COMO HARMONIZAR COM A DECORAÇÃO?
Quando o assunto é harmonização, pense no formato e na cor de sua cuba e como ela está em sintonia com os demais itens da sua cozinha.
As cubas redondas são mais delicadas e leves, mas não pouco utilizadas na cozinha, sendo mais utilizadas em áreas de churrasqueira ou áreas com menor fluxo de louças. Já as quadradas e retangulares são mais imponentes e tendem a ocupar mais espaço do que as curvas.
Cores mais claras são clássicas e mais escuras dão um toque mais forte.
Sendo assim, veja qual formato e tipo de cuba mais combina com você e o seu ambiente para fazer a escolha perfeita!


CUBA PARA COZINHA: QUAL O TAMANHO?
A escolha do tamanho será sempre balizada pela disponibilidade de área dentro do ambiente. Em bancadas menores, como em apartamentos pequenos, quitinetes, o ideal é utilizar pias e/ou cubas menores e a dica é optar por cubas que tenham profundidade maior. Em casa com poucas pessoas, onde o volume de louças é menor, cubas e pias menores é uma ótima opção, também.
Agora se você tem espaço, a família é grande ou recebe muitos amigos com frequência, dê preferência para cubas/pias maiores e se possível duplas, assim você terá mais espaço útil para organizar as louças, manusear alimentos, etc.
Outra coisa que você deve considerar é o armário que estará localizado abaixo da cuba. É importante que a cuba não seja mais larga que o módulo de armário debaixo dela, para que a divisória não precise ser cortada e as laterais invadidas.


CUBA PARA COZINHA: ATENÇÃO NA INSTALAÇÃO
É importante se atentar para a altura das bancadas das pias. Elas precisam ser confortáveis na hora de manusear os alimentos e lavar as louças. A altura média padrão varia entre 85 cm e 95 cm do piso.
Uma cuba muito alta ou muito baixa pode acabar causando problemas de saúde, principalmente na coluna, ou dores frequentes.
Se a torneira for de mesa (atrás da cuba), é necessário considerar pelo menos 10 centímetros de distância entre a cuba e a parede. Se a torneira for de parede, a cuba pode ser posicionada mais próxima da parede, no mínimo a 5 centímetros.


CUBA PARA COZINHA: DICAS E CUIDADOS
Na hora da escolha da cuba, mantenha a proporção entre a cuba e o ambiente para ter uma melhor circulação e não sobrecarregar a cozinha. Então não utilize uma cuba grande, que ocupa muito espaço, se o espaço for pequeno.
Fique atento com altura da bancada, tipo de encanamento, altura da torneira, se a torneira possui misturador ou não, se a mesma é de parede ou de mesa. É importante se atentar a esses pontos para não ter que fazer alterações depois de já ter comprado a cuba.
Depois de instalada, a manutenção é importante para uma maior vida útil da peça. Por isso, é importante ter atenção especial aos materiais e produtos utilizados na limpeza. Evite materiais abrasivos, pois estes podem danificar a peça. Uma sugestão é lavar a cuba com o lado macio da esponja e utilizar sabão ou detergente neutro para limpá-las.


Voltar para o Início