Uma cozinha completa é sinônimo de utensílios para todos os tipos de receitas. Confira no botão abaixo tudo sobre cada utensílio que precisa ter em sua cozinha para garantir as melhores receitas para você e sua família.
Ler Mais
Carregando...

UTENSÍLIOS


Ao montar nossa cozinha, além de deixá-la bonita, temos que deixá-la prática e funcional.


Imagine que você queira preparar uma receita e perceba que não possui os utensílios certos. Frustrante né? Por isso, no planejamento da sua cozinha você deve adquirir os utensílios certos para tornar sua cozinha mais completa e suas atividades mais ágeis.


A lista de utensílios utilizados na cozinha pode variar de acordo com seu gosto e suas necessidades, mas o mais importante é que todos sejam duráveis e resistentes para evitar frustrações.


UTENSÍLIOS: O QUE SÃO?


Os utensílios domésticos são aqueles objetos utilizados para auxiliar nas atividades domésticas.


PANELAS


As panelas são um dos itens indispensáveis em qualquer cozinha. É nela que você consegue aquecer e preparar alimentos e, para fazer isso da melhor maneira possível, é importante saber que o formato, tamanho e material de cada uma influencia no preparo e sabor da comida.


PANELAS: TIPOS


Panelas de cabo


As panelas de cabo são indispensáveis em qualquer cozinha. São super versáteis e funcionam principalmente no preparo de molhos.


Caçarola


A caçarola parece bastante a panela de cabo, no entanto, ao invés do cabo, ela possui duas alças laterais. Além disso, ela é mais alta e funda, sendo uma ótima opção para o cozimento mais lento de alimentos, como o necessário para ensopados e cozidos.


Frigideira


A frigideira é ideal para grelhar e selar alimentos.


Panela de Pressão


A panela de pressão acelera o processo de cozimento, devido ao sistema que aumenta a pressão e a temperatura no seu interior. Ela é muito utilizada justamente quando se quer preparar alimentos mais rapidamente, principalmente com alimentos mais duros, como feijão, por exemplo.


Caldeirão


O caldeirão é mais fundo que a caçarola, sendo utilizado para processos que necessitam de uma quantidade maior de água, como grandes quantidades de ensopados e cozidos. O cozimento de massas também é bom em caldeirões.


Fervedor


Mais altos e estreitos, são indispensáveis para a fervura de água.


Pipoqueira


Para o preparo de pipoca.


PANELAS: MATERIAIS


Panelas de Alumínio


As panelas de alumínio são as mais utilizadas e difundidas, principalmente por serem mais baratas.


Como vantagens temos que elas são ótimas condutoras de calor, além de serem leves e resistentes.


No entanto, como desvantagens, temos a constatação que esse tipo de panela libera uma grande quantidade de metais. Além disso, esse material não é tão durável quanto os outros.


Panelas de Inox


A principal vantagem das panelas de inox são sua resistência à corrosão, desgaste e ferrugem. Além disso, as panelas de inox distribuem o calor de maneira igualitária na superfície e são fáceis de limpar.


Não são indicadas para fritar alimentos.


Ferro


São panelas indicadas para cozimentos lentos em fogo baixo e são famosas por liberarem ferro na comida, sendo procuradas por pessoas anêmicas.


A desvantagem é que são panelas mais pesadas, o que dificulta o manuseio no fogão. Além disso, podem enferrujar.


Panelas Antiaderentes


As panelas antiaderentes são aquelas que recebem um revestimento em teflon que evita que os alimentos grudem na panela.


Essas panelas são leves e práticas, além de serem mais fácil de limpar já que os alimentos não grudam.


No entanto, devemos ter muito cuidado no manuseio dessas panelas, pois, se elas forem riscadas, perdem o revestimento e deixam de ser antiaderentes e liberam material prejudicial à saúde. Dessa maneira, recomenda-se a utilização de colheres de plástico ou silicone e que elas não sejam lavadas com materiais abrasivos.


Panelas cerâmicas


As panelas de cerâmicas são famosas por vários motivos, sendo que o principal deles é sua beleza. As panelas de cerâmica também aquecem rápido e retém bem o calor, economizando gás e energia. Além disso, são super fáceis de limpar. A desvantagem é o preço, que é mais elevado.


Panelas de Vidro


As panelas de vidro são ótimas para a saúde por serem atóxicas, não liberando nenhum tipo de resíduo durante sua utilização. Elas também aquecem rapidamente e são fáceis de limpar.


No entanto, são mais pesadas, dificultando seu manuseio. E também são frágeis e devem ser tomados cuidados para evitar choque térmico e sua quebra.


Panelas de Cobre


As panelas de cobre também são muito bonitas e são excelentes condutoras de calor. Essas panelas são extremamente duráveis.


No entanto, elas são difíceis de encontrar, o que as encarece. Além disso, são pesadas, dificultando o manuseio na cozinha. E mais, ela não pode ser utilizada no preparo de alguns alimentos, principalmente os ácidos e com grande quantidade de sal, pois podem liberar cobre, que provoca intoxicação.


PANELAS: DICAS E CUIDADOS


Para manter suas panelas lindas e brilhosas por muito mais tempo e também evitar acidentes, alguns cuidados devem ser tomados, por exemplo:



PEGADOR DE CARNE


O pegador de carne é super importante para que você não fure a carne, pois, se isso acontecer, ela perde seus líquidos internos e não fica suculenta.


Ao escolher seu pegador, opte por um mais longo, pois assim você consegue alcançar a carne em locais mais distantes sem correr o risco de se queimar. Além disso, recomenda-se que o cabo seja de plástico ou madeira, para evitar queimaduras.


JOGO PARA QUEIJO


Para aproveitar momentos com os amigos e família, vinho e queijos caem muito bem. Assim, para aproveitar sua experiência da melhor maneira possível, é necessário servir os dois adequadamente, e cada queijo deve ser cortado de uma maneira, pois possuem texturas diferentes.


Para isso, os jogos de queijo vêm para auxiliar nessa função. São diferentes peças com lâminas e formatos diferenciados para diversos tipos de queijo.


TÁBUAS


As tábuas de corte são utensílios essenciais na cozinha. Seja para cortar ou servir queijos, carnes ou pão, existem vários modelos e materiais disponíveis no mercado, e é preciso se atentar às vantagens e desvantagens de cada uma delas.


TÁBUAS: TIPOS E MATERIAIS



A madeira é o material mais antigo empregado na fabricação de tábuas, no entanto, é o menos recomendado também.


Ao utilizar a tábua de madeira, a lâmina da faca produz ranhuras que permitem o acúmulo de resto de alimentos e a proliferação de bactérias. A madeira possui difícil higienização, permanecendo com esses restos de alimentos mesmo depois da lavagem.


A vantagem é que as tábuas de madeira são biodegradáveis, sendo benéficas ao meio ambiente.


Mas você também pode utilizar tábuas de madeira para servir alimentos, sem cortá-los ali.



O bambu é muito mais higiênico e recomendado, pois possui bactericida natural e não arranha com a lâmina da faca em sua superfície.



As tábuas de plástico são as mais baratas, geralmente, e são muito utilizadas na cozinha. No entanto, o plástico possui o mesmo problema da madeira, ficando com ranhuras pelo uso da faca que favorecem a proliferação de bactérias.


Sempre que possível, deve ser feita uma limpeza mais profunda, colocando a tábua dentro de uma assadeira e cobrindo-a com água sanitária ou cloro. No entanto, as tábuas devem ser substituídas a cada ano ainda assim)


Outra dica importante é a separação das tábuas por cores e alimentos a serem cortados (por exemplo, tábua vermelha para carne, azul para frutos do mar, verde para frutas e legumes) para evitar a contaminação cruzada entre alimentos.



O benefício da tábua de vidro é que sua limpeza é muito mais fácil, além de ela não ficar com ranhuras com a faca e não guardar cheiro.


No entanto, ela é mais recomendada também para servir coisas, pois utilizá-la faz com que a faca perca o fio rapidamente. Além disso elas são escorregadias e aumentam os riscos de acidente. Seu material também não é reciclável.


TÁBUAS PARA CHURRASCO: SUGESTÃO


Nossa sugestão é adquirir uma com juncos laterais, para que não se perca o suco da carne durante o corte.


PINCEL PARA COZINHA


O pincel facilita na hora de passar molhos uniformemente sobre a carne e, caso nenhum molho seja utilizado, ele serve para regar novamente a carne com sua própria gordura derretida.


BATEDOR MANUAL


Com o batedor manual você consegue bater ou misturar diferentes ingredientes, como molhos e cremes, até que eles atinjam o ponto certo.


Existem diferentes tipos de batedores manuais para cada receita, bem como diferentes materiais.


BATEDOR MANUAL: TIPOS



Os batedores clássicos são utilizados principalmente para bater massas e ovos.


O batedor clássico é o mais utilizado e possui fios arredondados em formato de balão, o que permite que o ar seja incorporado aos ingredientes, garantindo volume à mistura.



Esse tipo de batedor se parece com o clássico, no entanto possui fios mais alongados. Devido a esse design, o batedor alcança todos os cantos do recipiente, garantindo que os ingredientes sejam bem homogeneizados e não grudem ou queimem.


Esse tipo de batedor não aumenta o volume da mistura, sendo indicado apenas para ingredientes que não precisem encorpar. 



Esse tipo de batedor é em formato de mola, sendo formado por um único fio em espiral. Esse tipo de batedor é usado em movimentos de cima para baixo e também não aumentam o volume da mistura.


BATEDOR MANUAL: MATERIAIS



Esse material é muito recomendado, pois é durável e resistente a altas temperaturas, além de não enferrujar com facilidade.


Um cuidado que devemos ter com esse tipo de batedor é que ele pode arranhar panelas, então deve ser utilizado em materiais mais resistentes e não devem ser utilizados de maneira nenhuma em panelas antiaderentes.



Os batedores de silicone são leves e flexíveis, sendo fáceis de manusear. Eles também não riscam os recipientes.


No entanto, os batedores de silicone podem ser mais frágeis e quebrar durante o uso. Uma solução é utilizar um batedor de aço revestido de silicone para aproveitar os benefícios dos dois materiais.


MOEDOR


O moedor é um utensílio interessante de se ter, uma vez que agrega sabor às especiarias moídas. Especialistas em cozinha afirmam que faz toda a diferença moer as especiarias no momento do preparo, pois os óleos ficam mais frescos e ativos.


Ao escolher seu moedor, dê atenção ao material que ele é fabricado, pois alguns enferrujam rápido e prejudicam o desempenho do utensílio.


MOEDOR: TIPOS



É o tipo mais conhecido. Seu uso é simples e você utiliza as duas mãos, uma segura a parte de cima e outra a parte de baixa, girando e moendo a especiaria.


Esse tipo de moedor é mais indicado para utilização na mesa, e não durante o preparo do alimento, pois para manuseá-lo facilmente é necessário que as mãos estejam secas (se estiverem molhadas ou escorregadias a tarefa fica mais difícil).



Esse modelo exige menos esforço, no entanto, ele também exige mais espaço na sua cozinha.



Esse tipo de moedor não é muito recomendado para os casos em que grande quantidade de especiaria será moída, pois exige mais esforço no manuseio.


A vantagem é que ele pode ser utilizado apenas com uma mão.



Nem precisamos dizer que esse é o que demanda menos esforço. Aperta-se um botão e todo o trabalho é feito pela máquina.


No entanto, esses moedores podem ser mais frágeis e os melhores tendem a ser mais caros.


FACAS


Outro utensílio indispensável em qualquer cozinha é a faca. Existem vários tipos de facas e algumas delas servem para vários tipos de corte, economizando tempo de dinheiro, e outras são ideais para atividades específicas.


FACAS: TIPOS


Existem muitos tipos de facas, e aqui falaremos sobre os tipos mais utilizados.



A faca do chef possui entre 15 e 30 centímetros e ponta ligeiramente curvada. É a faca que não pode deixar de estar na sua cozinha, pois possui diversas funções, sendo capaz de cortar carnes, legumes e frutas.



Os cutelos podem ser de diferentes tipos: podendo ser leves (utilizados para cortar alimentos mais delicados, como verduras e queijos), médios (utilizado para ficar legumes e carnes) e pesados (utilizados para tarefas mais pesadas, como cortar ossos de animais).



Como o próprio nome já diz, é uma faca para o corte de pães. Elas possuem o formato mais retangular e com serras. Essas facas devem ser capazes de cortar os pães com delicadeza, sem destruir a casca e o miolo.



Devido a seu formato curvado, ela permite maior precisão no corte. É uma faca ideal para separar a carne dos ossos.


FACAS: ACESSÓRIOS


Alguns utensílios são complementares à sua faca e podem ser recomendados, como, por exemplo:



AFIADOR DE FACAS


E quando você vai fazer o churrasco e a faca não corta a carne e os outros alimentos? É uma situação bem chata e para evitá-la é importante manter sempre as facas bem amoladas, assim, o melhor é sempre ter um afiador de faca por perto. Assim, sempre que você sentir uma resistência na hora de cortar a carne, ele deve ser utilizado para reaver o “fio do corte”.


AFIADOR DE FACAS: TIPOS



O mais comum é aquele bastão de metal utilizado pelos churrasqueiros, que também é conhecido como chaira. Nele é necessário passar a lâmina da faca algumas vezes para garantir o retorno do corte.



Outra opção é o amolador elétrico. Para utilizá-lo basta ligar o aparelho na tomada e encaixar a faca. Sem estresse.


UTENSÍLIOS PARA SERVIR E PREPARAR ALIMENTOS


Existem alguns utensílios indispensáveis no preparo e no momento de servir seus alimentos. Destacamos alguns deles:



As conchas são utilizadas para alimentos que possuem mais caldo, como sopas, feijão, molhos e carnes com caldo.



Ela é uma versão menor da concha, sendo utilizada para servir molhos.



Existem diferentes tipos de espátulas.


As espátulas de bolos são aquelas com uma ponta mais fina e servem para cortar e servir bolos e sobremesas.


Outro tipo de espátula são as de silicone usadas para mexer e misturar superfícies de bolos e tortas, sendo mais retangulares. As espátulas de silicone são super recomendadas por suportarem altas temperaturas, além de não riscarem materiais antiaderentes. As espátulas de silicone também não absorvem sabores e aromas e são fáceis de lavar.


As espátulas de manteiga são pequenas e utilizadas para esse fim. São utilizadas também para espalhar pastas e patês em outros alimentos.


Existem ainda as espátulas de uso geral, que são utilizadas para servir carnes e assados.



Essa colher é utilizada para pegar alimentos cozidos e vegetais sem caldo.



É uma espécie de “colher” com dentes ao redor. O pegador de massas serve para pegar massas sem quebrá-las.



As escumadeiras são aquelas colheres mais planas e com furos em seu meio. Esse tipo de utensílio é ideal para frituras, pois permite que o óleo escorra por seus furos. No entanto, ela também pode ser utilizada para pegar alimentos mais secos, como arroz e lasanhas.


OUTROS UTENSÍLIOS


Para garantir uma cozinha completa, outros utensílios devem ou podem ser adquiridos. Abaixo listamos alguns desses utensílios:



Voltar para o Início