Viva sua decoração

Prática para o casal

Um ambiente moderno, prático e charmoso  para você preparar um jantar a dois no maior conforto

Que tal pegar uma carona com a gente e desembarcar no Planeta Casa?


Decidimos, nesse mês de junho, explorar um novo lugar para que nós, Liveners, possamos descobrir juntos com você. Nessa imensa galáxia avistamos de longe um diferente corpo celeste e em seguida pousamos nossa nave para conhecê-lo de perto. Esse primeiro contato se deu numa região conhecida por Casa Cor Goiás.

Nessa 23ª edição do evento, seu conceito está fundamentado em três pilares básicos que perpassam cada ambiente da mostra: sustentabilidade, tecnologia e afeto. O tema propõe uma conexão entre os pilares apresentados e uma reflexão sobre a ligação individual e coletiva com o seu próprio lar.



Foto | Gabriel Lyon 


Com essa proposta, o participante poderá conhecer, de forma mais íntima, 40 ambientes idealizados por 61 profissionais da área de Arquitetura, Paisagismo e Design de Interiores. Dessa forma, ele terá ótimas referências para pensar e repensar cada espaço da sua casa a ponto de intensificar os laços que seus próprios espaços propõem.

O compasso entre um ambiente e outro é dado de forma desacelerada entre todos os visitantes que se deslumbram ao encontrar vários universos dentro de um só. Eliane Martins (sócia-diretora) explica que desde o início o intuito foi recomendar que os profissionais propusessem em seus projetos uma maior reflexão sobre essa nova forma de viver: mais calma, menos trabalhosa e muito mais verde. Informa ainda, que “todos os espaços permeiam por soluções sustentáveis e pelo que há de melhor na tecnologia, seguimento cada vez mais onipresente, invisível e amigável no nosso dia a dia, e que nos proporciona uma maior qualidade de vida e bem-estar”.



Foto | Gabriel Lyon

 

Situada na Rua T-61 esquina com a Rua T-5 do Setor Bueno, no edifício Epic City Home. Essa privilegiada localização do evento é outro ponto positivo, pois seu acesso se dá de forma facilitada e promove, de forma consciente, a mobilidade urbana e com isso um sistema de acesso mais sustentável. Ainda foi possível dar um rolê de bike no parque da Vaca Brava que fica em frente. 



 Foto | Gabriel Lyon 


Não deu tempo nem de dar calo no pé para que notássemos a incrível comunicação existente entre os ambientes. Ambos buscavam uma relação de proximidade e autonomia com seus visitantes, era como se cada espaço te puxasse para você usufruir do seu próprio refúgio.



Foto | Gabriel Lyon

 

Caminhar com os olhos ao longo de toda a mostra se torna um exercício prazeroso. O melhor dessa prática é ser surpreendido por cada detalhe apresentado. É nesse processo que conseguimos entender a importância de se explorar novos espaços e estar aberto às mudanças que eles promovem. Assim como cada ambiente traz consigo o pensamento da nossa relação com o lugar que habitamos, é essencial entender que essa transformação só tem como acontecer se for de dentro para fora, que só teremos uma sociedade sustentável quando olharmos internamente para se conectar com os espaços, os outros indivíduos e consigo mesmo.



Foto | Gabriel Lyon

 

Não foi incrível explorar com a gente essa primeira região? Continue voando em nossa nave e vamos descobrir juntos toda beleza que existe nesse novo planeta.