Torneira de bancada ou de parede: qual escolher?

Você chegou naquele momento em que precisa escolher os acabamentos e se depara com uma infinidade de possibilidades para o seu projeto que te faz ficar na dúvida: qual a melhor torneira para o meu banheiro? Fique tranquilo, isso acontece quase sempre com meus clientes, é super normal. 


Uma das dúvidas mais comuns que surge na escolha dos materiais é: qual a torneira ideal para usar  no banheiro e/ou no lavabo, a de bancada ou a de parede? Afinal basta uma olhada rápida na seleção de metais para descobrir que existe muitas opções encantadoras. O importante é entender que não existe certo ou errado, e sim a que mais encaixa na composição do seu projeto.
A sua torneira ideal pode está apenas a um clique de distância. 

Todos os anos as fabricantes lançam novos modelos, com design, tecnologia e características para todos os gostos e personalidades. Para te auxiliar nesse processo de escolha, separei algumas dicas básicas para você se inspirar e ser mais assertivo na hora da compra. Vamos lá?

Cubas: Qual o tipo você gosta? 



A escolha da torneira pode e deve ser realizada após a definição de qual cuba é mais indicada para o seu ambiente, a partir daí, será delimitado os tipos de torneiras que você pode utilizar, parede ou bancada.
O trio: cuba, bancada e torneira, precisam formar um conjunto coeso para garantir beleza e funcionalidade.

Algumas cubas possuem a instalação da torneira sobre ela, essas já vem de fábrica com o local para encaixar a torneira, então o ideal são as torneiras de bancada. Exemplos são as cubas de semi-encaixe e sobrepor. As cubas de embutir normalmente também são combinadas com torneiras de bancada. Clique aqui para ver alguns modelos de cubas para uso de torneiras de bancada.

Cubas de apoio e esculpidas são mais flexíveis quanto ao tipo de torneira, podendo ser combinadas com torneiras de bancada ou de parede. No caso das cubas de apoio, o indicado são as torneiras de bancada bica alta e as de parede.

Espaço livre disponível na bancada




Quando a bancada é pequena ou quando você quer ter mais espaço disponível, a torneira de parede é uma ótima opção. Afinal, ela ocupará o espaço da parede, liberando a bancada.
Outro ponto importante é que as torneiras de parede não costumam molhar sua base, em comparação com as de bancada, facilitando inclusive a limpeza.

Fique ligado nessas dicas


Altura da saída de água

Entre a altura da saída da água e o topo da cuba precisa haver no mínimo 10cm. Alturas menores poderão inviabilizar ou tornar desconfortável o uso da cuba para algumas tarefas.
Dica: na pia da cozinha, uma torneira baixa, em comparação com a profundidade da cuba, poderá dificultar a lavagem de uma panela grande, neste caso o ideal é deixar pelo menos 30cm da saída de água até o fundo da pia. 

Altura do ponto de água

Por padrão, os pontos são feitos para receber torneiras de bancada, então se você cogita a ideia de colocar uma torneira de parede, procure escolher a torneira antes que esse ponto hidráulico seja finalizado, para que depois não precise quebrar nada e evitar retrabalhos. 

Caso esse ponto já esteja pronto, não se apavore! A troca do local do ponto de água é simples e rápida. Será necessário colocar o ponto de água numa posição mais alta, para isso será necessário quebrar o revestimento existente e, caso não tenha a possibilidade de instalar o mesmo revestimento, um frontão (faixa normalmente de pedra que é instalada na parede, atrás da cuba) alto corrige a área da intervenção sem dor de cabeça. 

Direção do jato de água

O jato de água precisa ser lançado na direção do ralo da cuba. A instalação da torneira incompatível com a cuba poderá fazer com que a água derrame.


O arquiteto Ralph Dias, da Planarq Campos, fez um vídeo explicando sobre os tipos de torneiras que também pode te auxiliar nesse processo de escolha. Veja abaixo:

Como você viu, existem muitas possibilidades, e se você procura modernidade e uma torneira de traços surpreendentes, encontrará facilmente um modelo que se encaixe no seu projeto.
Agora que você já sabe um pouco mais sobre as opções de torneira: Qual a torneira que você escolheu para o seu espaço?

Aline Lemes l Arquiteta e Urbanista