Tipos de lareira

Quando o frio chega, é maravilhoso ficar ao lado de uma lareira, seja para ler um livro, tomar vinho ou reunir amigos e família para um bate papo. Ela esquenta o ambiente e pode deixá-lo charmoso e aconchegante, sendo o destaque da sala ou o complemento de um cantinho intimista.

Além da tradicional lareira a lenha, o mercado já oferece outras três opções: a gás, elétrica ou a etanol. Para escolher entre uma delas é importante levar em consideração a área interna, o pé-direito do local e as possibilidades de instalação. Depois disso, é só definir o modelo que mais vai combinar com o seu espaço.

A segui apresentarei os tipos de lareira que podem ser revestidas e podem se encaixar bem na sala, no quarto e até na área externa.

Lareira a lenha

As lareiras a lenha preservam o cheiro do pinho, os estalos da madeira e a cor natural do fogo. Necessitam de chaminés e mão de obra especializada para sua instalação. Podem ser feitas de alvenaria (com tijolo refratário), concreto pré-moldado ou chapas metálicas.

As de concreto pré-moldado podem ser revestidas de acordo com o estilo do ambiente enquanto as de aço carbono, também chamadas de chilenas, são muito procuradas em países frios por aquecerem bastante com um consumo mínimo de lenha.

Lareira a gás


Para quem não tem muito espaço, a lareira a gás é uma alternativa. Alguns modelos dispensam chaminés e podem ser instalados no gás da cozinha, sem criar fumaça ou sujeira. É necessário verificar se o modelo escolhido é compatível com o gás que você usa em casa – de botijão ou GLP encanado. A instalação deve ser feita por profissionais.

Um dos cuidados é a existência de uma válvula para bloquear a passagem de gás caso o fogo apague. Este tipo de lareira transmite um estilo contemporâneo. Podem ter proteção em vidro temperado ou formato com grelha, acompanhado de toras que imitam lenha ou pedra vulcânica.

Lareira de etanol


Também chamada de ecologicamente correta, a lareira a etanol se mantém acesa através de um biofluido desenvolvido especialmente para esta finalidade.

Esse não produz fumaça nem cheiro e as chamas ficam com a coloração amarela como a da lareira a lenha. A emissão de gás carbônico desse modelo é baixíssima.

Lareira elétrica


Os mais práticos vão gostar dos modelos elétricos, que são acionados por um botão e não precisam de limpeza, troca de lenha, chaminé ou supervisão profissional para instalação. Para criar o efeito de fogo queimando existem as opções com imagens de chamas em 3D ou com toras cerâmicas que imitam a lenha.

Na hora de propor a lareira para seu cliente pense em qual modelo estará de acordo em relação aos custos e facilidade de execução. Além disso, busque o tipo mais adequado ao estilo do ambiente, seja ele rústico, moderno ou simplesmente acolhedor. 

Interiores na prática