Dicas para otimizar seu ambiente pequeno

Os apartamentos e casas menores estão cada vez mais comuns, principalmente nas grandes cidades, seja por questão de localização ou preço mais acessível.

O fato é que, ainda que o espaço seja menor, é possível otimizá-lo tornando-o mais aconchegante e confortável.

Para ajudar nessa tarefa, nesse post vamos dar várias dicas super úteis para você utilizar na otimização do seu espaço.

Para começar, recomendamos que você faça uma análise e uma seleção bem crítica nos seus pertences, escolhendo o que realmente é necessário e o que pode ser doado ou vendido. Se você já fez isso, passemos para as próximas fases.


  1.  Pintura

As cores mais claras e neutras trazem uma sensação de amplitude, pois iluminam o ambiente. No entanto, você pode utilizar tons mais escuros em diferentes posições para dar diferentes percepções no ambiente.

Aqui vão algumas dicas de como distribuir a pintura para conseguir diferentes efeitos:

- Ampliar: cores claras no teto e nas paredes, como branco e bege, refletem mais a luz e dão uma sensação de amplitude ao ambiente.

- Compactar:  caso você esteja sentindo seu ambiente muito grande e impessoal e queira torná-lo mais aconchegante, opte por cores mais escuras nas paredes e no teto.

- Estreitar: para passar uma sensação de ambiente mais estreito, você pode pintar as paredes laterais de cores escuras e manter piso, teto e parede de fundo em tons claros.

- Alargar: tomando o caminho oposto, para alargar o ambiente você pode pintar as paredes laterais de cores claras e manter piso, teto e parede de fundo em tons escuros.

- Rebaixar: se você quer dar a impressão que o pé direito é mais baixo, você pode pintar todas as paredes de cores claras e o teto em uma cor escura.

- Levantar: já para dar a impressão que seu ambiente é mais alto, você pode pintar todas as paredes de cores escuras e o teto de cor clara.

- Destacar: por fim, se você quer destacar uma parede, você deve deixar somente ela com uma pintura clara e as demais em um tom mais escuro.

 

  1. Opte por móveis planejados e multifuncionais

A escolha de móveis em ambientes pequenos é extremamente importante. Primeiro porque eles devem possuir um tamanho adequado ao local onde serão utilizados, segundo que eles precisam ser tão funcionais quanto possível. Assim, sempre que houver a possibilidade, recomendamos a opção por móveis planejados.

Esse tipo de móvel, apesar de mais caro, possibilita um melhor aproveitamento do seu espaço e possuem maior durabilidade que os outros tipos, o que compensa seu investimento. Além disso, surge a possibilidade de fazer um ambiente com sua cara.

Então, se você vai se utilizar de móveis planejados, aproveite e opte por peças multifuncionais. Alguns exemplos são sofás que viram cama e escadas com gavetas.


  1. Opte por elementos de decoração funcionais

É comum se empolgar na escolha de elementos de decoração, no entanto, em ambientes pequenos é super importante ter equilíbrio como palavra chave. Muitos objetos e cores podem deixar o ambiente sobrecarregado e poluído, então, opte por objetos mais discretos e neutros. 

Aqui a dica é utilizar cestas e caixas organizadoras bonitas, e poltronas ou banquetas com baú integrado.


  1. Verticalize

Quando não se existe ambiente com um espaço horizontal disponível, uma ótima opção é sua verticalização, ou seja: a utilização de suas paredes.

Um exemplo são as prateleiras, que possibilitam maior organização e facilitação da rotina ou podem ser utilizadas apenas com função decorativa. Você pode optar também por nichos fechados para guardar objetos fora da vista


  1. Utilize espelhos

O espelho é um item indispensável se você quiser ampliar um ambiente e torná-lo mais iluminado.

E cada posição de espelho possui uma função. Se você quer deixar seu ambiente mais alongado, opte por espelhos verticais. Se você quer alargar o ambiente, os espelhos horizontais devem ser sua opção.

Além disso, ele traz todo um charme e elegância ao ambiente, não dá pra negar! No entanto, alguns detalhes precisam ser levados em consideração, como os objetos que eles irão refletir. Assim, o acompanhamento de um profissional é sempre indicado para não cometer erros!


E como otimizar cada ambiente?
Sala de estar

Além das dicas acima, na sala de estar recomenda-se o uso de vidro, que dá uma sensação de amplitude. Outra coisa que recomendamos é o investimento em móveis multifuncionais, como os sofás-cama ou poltronas e banquetas que também são baús. 

A dica da verticalização aqui é super válida. Que tal substituir os móveis de chão por nichos e prateleiras?

Você pode integrar a sala de estar com outros cômodos, dependendo da planta da sua residência, como a cozinha ou o quarto. Uma ideia é separar esses ambientes de forma inteligente, se utilizando de estruturas vazadas ao invés de paredes fechadas. Dessa maneira, todas as áreas recebem iluminação natural. No entanto, separar quartos e salas por estruturas de correr fechadas é uma ótima opção para conseguir mais privacidade.


Quarto

  1. Aproveite o espaço sobre a cama

Utilizar armários aéreos na área sobre a cama é uma ótima opção para se guardar coisas que não precisam ser frequentemente acessadas.

  1. Use o espaço embaixo da cama

Indo pelo caminho contrário, uma solução criativa é elevar a cama e utilizar sua parte de baixo para colocar gavetas e nichos.

  1. Mezanino planejado

Essa é uma sugestão para quarto de crianças e adolescentes e consiste no planejamento de uma cama elevada com a parte de baixo aproveitada para outras atividades, como estudos.


Cozinha

  1. Use e abuse de armários

A quantidade de coisas fora do lugar faz com que eles pareçam menores ainda. Dessa maneira, sugere-se o uso de armários para que se aumente os espaços de armazenamento, diminuindo a quantidade de coisa sobre a bancada e outros móveis.

No caso dos armários, opte por opções de porta de correr, que além de acrescentar estilo ao ambiente, melhoram a circulação pelo ambiente.

  1. Integre ambientes

Uma estratégia para criar uma sensação de amplitude em ambientes pequenos é integrar ambientes.

Você pode integrar sua cozinha com sua área de serviço, por exemplo. Mas uma dica, se você gosta de receber convidados, é integrá-la com sua área gourmet ou com a sala de estar, assim você consegue uma maior interação entre familiares e amigos que estejam nesses cômodos.

Caso você queira, pode optar ainda por portas de correr, que você consegue fechar espaços em segundos.


  1. Eletrodomésticos

E mais, alguns eletrodomésticos não podem faltar na sua cozinha pequena. Aqui citamos o cooktop e a coifa.

O cooktop é o eletrodoméstico que possui a mesma funcionalidade do fogão, no entanto, ele apresenta apenas as bocas, não possuindo mesa e forno embutidos. No caso, os cooktops são instalados sobre armários ou bancadas e torna o ambiente mais amplo e funcional.

Já a coifa é um eletrodoméstico que tem a função de retirar e filtrar o ar e fumaça do ambiente, eliminando odores e gordura e contribuindo para a conservação do espaço, móveis e outros equipamentos. As coifas são essenciais para ambientes pequenos, uma vez que o espaço de circulação de ar é menor.


  1. Utilize torre quente

Um grande dilema para quem tem cozinha pequena é: onde colocar o microondas e o forno de maneira que eles pareçam integrados ao ambiente?

Também conhecida como torre de eletrodomésticos ou torre de forno, a torre quente é um armário em coluna reservada para comportar fornos elétricos e microondas, sendo uma ótima forma para deixar a cozinha mais organizada. 


Banheiro

  1. Portas de correr

No caso dos armários, opte por opções de porta de correr, que além de acrescentar estilo ao ambiente, melhoram a circulação pelo ambiente. A porta de correr também é uma ótima opção para o box e para a porta de entrada do banheiro.

Inclusive, no box, opte por portas de vidro transparentes, que dão uma sensação de amplitude e continuidade ao ambiente.

  1. Espelhos

Outra sugestão é se utilizar de espelhos, principalmente na parte externa do armário. Utilizando-se dos espelhos, que são funcionais, necessários e dão uma maior sensação de amplitude, ao mesmo tempo em que se ganha mais espaço de armazenamento.


  1. Prateleiras

Além das prateleiras serem funcionais, possibilitando maior organização, elas ainda facilitam a rotina e possuem valor estético.

Para aproveitar bem o espaço de banheiros pequenos, a melhor opção é optar por modelos mais compactos e clean, que, além de não prejudicarem o espaço fisicamente, não poluem visualmente o ambiente.

Uma sugestão é utilizar prateleiras de canto, que são instaladas entre paredes perpendiculares, se moldando perfeitamente ao espaço e aumentando a área de circulação no espaço.

São vários os benefícios de se ter prateleiras no seu banheiro, mas onde instalar esses acessórios? São várias as possibilidades, mas destacamos duas que otimizam espaços em banheiros pequenos:


  • Acima da porta

Em casos de banheiro com o pé direito mais alto - lembrando que pé direito é a distância entre o piso e o teto -, a instalação de prateleiras acima da porta pode ser uma ótima opção para aumentar a área de armazenamento de materiais utilizados com pouca frequência.

  • Dentro do armário ou gabinete

Caso você já possua armários ou gabinetes, você pode utilizar prateleiras dentro desses móveis para aumentar a área de armazenamento.

CONCLUSÃO

Mesmo que pequeno fisicamente, um ambiente pode ser super funcional e estiloso com as estratégias certas.  Aproveite as dicas desse post, use sua criatividade e viva sua casa!

Gostaram das dicas? Ficou alguma dúvida? Deixe a gente saber no Instagram da @livencasa.

Aaaah, e queremos dizer que adoraríamos reconhecer todos os artistas. Então, se alguma dessas imagens é sua, entre em contato com a gente através do direct @livencasa ou por e-mail através de contato@livencasa.com. Procuramos bastante as fontes, mas em muitos casos não achamos :(