Criando a decoração perfeita para a cozinha

Para criar uma cozinha perfeita é necessário analisar o seu dia a dia e suas necessidades, afinal, o projeto deve atender às suas necessidades e precisa ser prático e funcional. Ele deve se encaixar perfeitamente na sua rotina e facilitar a sua vida. 

A cozinha deve ser pensada não só como um espaço para cozinhar, mas também como um espaço de convívio, que não seja de difícil higienização e com materiais duráveis. 

E, para isso, antes do “mãos à obra”, fazemos o briefing, que nada mais é do que o conjunto de informações necessárias para a execução do projeto. É o briefing que nos diz quantas pessoas moram com você, quem usa o espaço, a frequência de uso, as suas cores de preferência, o seu estilo, se tem muitos utensílios para guardar, quais são seus mobiliários ou itens que queira reaproveitar, quais itens (como eletros ou metais) deseja comprar... por aí vai. A partir disso o projeto começa a nascer, com a junção de todas as informações coletadas.

Se você costuma cozinhar, que tal ampliar as bancadas deixando os armários aéreos, ou abaixo delas, para liberar uma maior área de trabalho? Mas se tivermos espaço, podemos ocupá-las também com itens de mais uso no dia a dia. Se gosta e tem muitos eletros, podemos criar nichos para eles, deixando o espaço mais organizado e bem distribuído. Se tem bonitas louças, porque não usarmos portas de vidro no armário ou criar uma cristaleira? Usando o vidro, o espaço fica mais leve e tira a sensação de solidez. E relacionada a essa distribuição e escolha de materiais, é bom ressaltar também a importância da área de circulação (espaço que temos para caminhar no ambiente), para não ficar muito ampla ou muito apertada, para uma ou mais pessoas, conforme necessidade.

Quer algumas dicas um pouco mais técnicas? Para uma bancada bonita e com um menor custo, procure por granitos escuros. Evite os claros pois eles são mais porosos e precisam de mais cuidados. Evite pisos com brilho pois eles se tornam mais escorregadios e aposte em texturas e cores, a cozinha não precisa ser branca para ter beleza e sensação de limpeza. Hoje o mercado oferece inúmeras possibilidades de pisos e acabamentos para deixar seu ambiente personalizado. E para dias frios? Que tal utilizar um aquecedor para a torneira? A água quente também facilita a limpeza dos utensílios. Só não esqueça que neste caso a torneira precisa ser com monocomando. Para evitar lixeirinhas e odor em sua cozinha? Invista em um triturador, é bem prático!

A cozinha requer ainda outros itens importantes. Além da praticidade e bons materiais de acabamento, é ideal que seja arejada e com uma boa iluminação, seja natural ou artificial. Neste aspecto, é interessante que tenha amplas janelas, para possibilitar a circulação de ar e a iluminação natural, o que facilita o preparo das suas refeições e a limpeza do local. A iluminação ideal para cozinha é aquela que se espalha pelo ambiente (difusa), podendo ser misturada com pontos de luz (direta - focal). Gostamos da tonalidade neutra para a cozinha, em termos mais técnicos, a cor 4000K, ela deixa o espaço bem iluminado, sem perder o aconchego. Caso a cozinha não tenha janelas, ou ela seja pequena, invista em uma boa coifa.

Também é muito importante que o arquiteto respeite as informações passadas por você e que você compreenda a visão do profissional e considere as suas recomendações e sugestões para a melhoria do espaço. Assim, você fica satisfeito, tem as suas necessidades atendidas e não necessita fazer mudanças durante a execução do projeto para conseguir a sua cozinha perfeita.

Que tal passear por 02 cozinhas, uma pequena e uma grande? 

É só clicar nos links abaixo e movimentar a tela com o mouse! 

https://www.meutour360.com/tour-360/luciana-e-joao-marcos

https://www.meutour360.com/tour-360/ryanny-e-marcelo

Texto por Letícia Ximenes @lx.arquitetura

Com uma toque especial (e técnico) de Aline Molina @alinemolinaarquitetura

Maquetes 3D por Tatiana Aguiar @pontorender