Cozinha pequena: soluções incríveis


Não é curioso que nos últimos anos nossas cozinhas estão ficando cada vez menores?
Você se lembra da cozinha da casa da vovó que costumava ter dimensões generosas e muitas vezes comportavam até um forno à lenha no seu interior?
Mas com diversos fatores culturais e com a especulação imobiliária as nossas cozinhas estão cada vez menores. Aliado a isso, chegou a ideia do conceito aberto, que tem proporcionado a sensação de maior amplitude dos espaços, em especial nos apartamentos construídos nos últimos 20 anos. Para complementar, a área de serviço/lavanderia agora é integrada à cozinha. E otimizar esse ambiente nunca foi tão necessário.

Há um tempo atrás um rapaz me procurou para que eu pudesse auxilia-lo em seu novo espaço, que antes da reforma possuía uma cozinha que era tão pequena que ele foi obrigado a fazer uma escolha: colocar a geladeira ou o fogão na cozinha. Ele optou pelo fogão, enquanto a geladeira acabou tendo que ficar na sala. O espaço era tão reduzido, que o projeto da nova cozinha precisou utilizar de um pouco do espaço da sala para que os equipamentos necessários coubessem na cozinha.

E se sua cozinha é pequena, você possivelmente já teve algum perrengue ou achou que não dava para comportar tudo o que precisava, sem contar os dias em que ela pareceu ainda menor pela quantidade de pessoas, objetos e comida que se aglomeraram no mesmo espaço. 

Esbarrões, não ter espaço disponível na bancada para preparar alguma receita e organizar os ingredientes, costumam ser comuns em cozinhas com pouco espaço.
Vivemos em uma época de valorização do ato de cozinhar e fazer refeições; o que tornou a cozinha um espaço de encontro, conversas e descobertas.
Quebramos paredes para integra-la à sala, adicionamos cores nos armários, caprichamos nos detalhes. Definitivamente a cozinha conquistou seu lugar de destaque.

Neste artigo separei dicas de decoração de cozinhas pequenas, para que sejam autênticas, sofisticadas, com estilo próprio e claro, funcionais.
Se você, assim como eu, é apaixonado pela cozinha, totalmente entusiasta de investir em um bom projeto e decoração impecável para torna-la iluminada, divertida, arejada e funcional, não pode perder essas dicas para compor o seu ambiente:

1- Ganhe espaço de bancada

Em cozinhas pequenas, principalmente as de apartamento, o tamanho da bancada costuma ser um problema.

Na maioria das vezes, a união de cozinha e área de serviço acaba tornando o espaço ainda mais reduzido, dificultando as tarefas do dia a dia.
Optar por uma máquina de lavar roupa com abertura frontal e outros equipamentos que possam ser instalados embaixo da bancada, faz com que você ganhe mais área útil. Espaço mais que suficiente para fazer valer seu investimento.

2- Soluções funcionais e compactas

Quando não se tem tanto espaço disponível sobre as bancadas, o ideal é deixar o máximo de objetos e utensílios fora delas, seja guardados nos armários, suspensos ou embutidos.

O escorredor de louças pode ser trocado por um cesto multiuso e colocado dentro da cuba.
Aquele pote onde você coloca os talheres sai de cena e entra o suporte aramado de parede.
A lixeirinha sobre a bancada, ao lado da pia, pode ser de embutir, que é esteticamente mais bonita, além de ser mais funcional e higiênica. É o tipo de item que você vai se perguntar como viveu sem até hoje.

3- Sem exageros

Sei que muitas vezes a cozinha perfeita que você viu na internet tem equipamentos top de linha, porém alguns ocupam bastante espaço e que talvez nem coincide com a sua necessidade.

Como ter um fogão de cinco bocas para uma casa com poucos moradores.  
Na hora de escolher Cooktop, coifas, cuba e torneiras é importante lembrar do seu dia a dia e optar pelos que realmente serão utilizados e que sejam proporcionais ao uso.

4- Itens essenciais

Sua família suja muita louça e raramente tem tempo para lavá-la depois das refeições? Então uma cuba profunda é uma escolha mais acertada. Dessa forma você pode organizar toda a louça dentro dela, mantém a ordem sobre a bancada e pode lavar com calma no fim do dia.

Já as cubas duplas são muito úteis tanto pelo espaço disponível, quanto para higienizar alimentos. 

O ideal para espaços pequenos é organizar e otimizar espaço. 
Em grande parte dos casos, móveis planejados são os mais indicados por serem personalizados de acordo com a demanda e necessidade. Aproveitar o espaço aéreo também se faz importante quando o espaço é pequeno. Você pode optar por armários fechados, prateleiras ou até mesmo nichos. Assim o jogo de chá herdado da vovó ou a travessa de cerâmica divertida trazida da última viagem podem ter um lugar de destaque ao invés do fundo de um armário lotado.

5- Materiais fazem toda a diferença

Espaços pequenos podem ser visualmente ampliados com a escolha correta de materiais. 
Já pensou em colocar superfícies espelhadas nos armários ou revestimento nesse estilo acima da bancada? Pois elas tendem a criar a ideia de que o ambiente é maior do que ele realmente é. 
Escolha a base da decoração em cores claras pois além de parecer ampliar o espaço, proporcionam uma sensação de leveza. 

6- Acessórios

Apostar em acessórios que façam sentido no seu ambiente e que sejam funcionais é uma excelente opção.

Ganchos de parede, porta temperos com imãs para fixar na geladeira, organizadores de facas, kits organizadores e suportes internos são itens que deixam o espaço melhor organizado e personalizados.

É possível também encontrar alguns acessórios complementares que facilitam ainda mais o seu dia a dia, como tábuas de madeira, cestos de alimentos e outros itens que podem se encaixar na cuba.
E para fechar com chave de ouro, àquela torneira direcional com bica alta, que além de ser muito bonita e trazer sofisticação para o ambiente, facilita a higienização.

A arquiteta Larissa Reis tem dicas imperdíveis para quem tem cozinhas pequenas.


A cozinha perfeita não precisa ser exatamente igual à que você viu no instagram ou no pinterest! Para ser perfeita ela deve acima de tudo ser funcional, atender as necessidades da sua família, e ter personalidade própria, baseada nos gostos e desejos dos moradores. 
E lembre-se:

“Enquanto houver vida haverá louça suja.”

Se sua cozinha ainda não alcançou o status que você sonha, o que está esperando para torná-la a estrela da casa?


Aline Lemes, arquiteta e urbanista